4
Assessment e Coaching, Formação & Desenvolvimento

Sabe como promover o Desenvolvimento Pessoal?

A necessidade de evoluir e mudar é inerente a todas as pessoas e organizações, mas enquanto alguns de nós esperamos que os acontecimentos nos obriguem a fazê-lo, outros procuram agir de forma antecipada e com consciência.
A verdade é que o mercado está cada vez mais competitivo e encontra-se em constante transformação, exigindo às organizações uma capacidade de resposta rápida e flexível perante os inúmeros desafios com que se deparam atualmente, por isso, apostar no desenvolvimento e na formação das nossas pessoas hoje é essencial para qualquer empresa.
O Desenvolvimento Pessoal é uma área de estudo do “Ser” que abarca diversos conhecimentos, conceitos, recursos e técnicas relacionadas com o desenvolvimento do potencial humano.
Esta área de estudo considera que cada “Ser” tem um potencial inato, poderoso e ilimitado, que quando consciencializado e colocado ao serviço de intenções positivas dá origem a grandes feitos e realizações dignas do reconhecimento geral e fundamentais no que diz respeito à auto-motivação.
O Desenvolvimento Pessoal visa a melhoria de resultados, quer a nível profissional quer a nível pessoal, tendo como objetivo final aprimorar e maximizar o desempenho profissional e motivacional do Ser Humano.
Podemos assim dizer que o Desenvolvimento Pessoal envolve crescimento cognitivo e emocional, este é a chave para desencadear mudanças ao nível de comportamentos e atitudes, permitindo ainda potenciar a aprendizagem, a capacidade produtiva e a aquisição de novos conhecimentos e habilidades.
A formação é sem dúvida um dos promotores do Desenvolvimento Pessoal, esta tem como fim a preparação, capacitação, valorização e desenvolvimento contínuo do Capital Humano.
Sendo considerada uma ferramenta facilitadora no aperfeiçoamento de desempenhos, no aumento da produtividade e nas relações interpessoais, a Formação Profissional ajuda a criar um melhor ambiente de trabalho, uma vez que não só contribui para a mudança de atitudes e comportamentos dos colaboradores como também contribui para o aumento da motivação, tornando os colaboradores mais recetivos e fazendo com que estes se sintam como parte integrante da empresa.
É importante realçar que a Formação Profissional não deve ser vista apenas como um meio para atingir um fim numa perspetiva estratégica, mas sim como uma forma de promover o desenvolvimento pessoal e social, que contribuirá para um maior empenho e envolvimento dos colaboradores e que, consequentemente, contribuirá para a melhoria dos resultados da organização.
A formação deve ser encarada como um investimento conjunto por parte das empresas e dos colaboradores, apenas desta forma se conseguirá maximizar o retorno desse mesmo investimento e garantir que ambas as partes estão empenhadas em fazer mais e melhor a cada dia que passa.
Resta-me salientar que um dos principais motores para o Desenvolvimento Pessoal é a Inteligência Emocional, a qual é definida como “a capacidade para perceber, gerar e regular as nossas emoções de modo a promover o crescimento emocional e intelectual”.
De facto, mudar os nossos hábitos não é tarefa fácil mas é possível! Aceitar entrar num processo de Desenvolvimento Pessoal é permitir-se a si mesmo analisar todas as questões vivenciais que o envolvem, ter uma perceção de quais estão em défice, de onde estão os desafios, do que deve ser alterado e do que pode fazer para obter resultados diferentes e bem-sucedidos.
Começar a trabalhar a nossa Inteligência Emocional é simples! Basta selecionar uma atitude que queremos mudar e que tenha impacto na nossa vida de forma imediata, que ao agir de forma repetida e constante fará com que a nova atitude se torne um hábito. Lenta, mas seguramente, iremos começar a sentir as mudanças no dia-a-dia e simultaneamente estaremos a fortalecer a nossa Inteligência Emocional.
De forma a impulsionar o Desenvolvimento Pessoal dos seus colaboradores as empresas podem-lhes proporcionar sessões de coaching com DISC, este tipo de coaching permite que cada pessoa se conheça melhor e perceba quais os próximos passos a dar no seu percurso de Desenvolvimento Pessoal.
A ferramenta de avaliação comportamental DISC é conhecida em todo mundo, teve origem ainda na antiguidade quando o filósofo Empódocles (444 A.C.) constatou que a natureza era composta fundamentalmente por quatro elementos: ar, água, terra e fogo. Muitos séculos depois essa ideia evoluiu para o modelo DISC. A Avaliação DISC é uma teoria postulada pelo psicólogo Dr. William Moulton Marston no seu livro Emotions of Normal People (1928), que de acordo com quatro modelos comportamentais distintos aponta as características natas de cada um dos perfis.

O termo DISC refere-se a quatro fatores:

Dominância – Está relacionada com modo como cada pessoa lida com as dificuldades e os desafios. Profissionais com este perfil são mais competitivos, objetivos e orientados para os resultados.

Influência – Diz respeito à capacidade de se relacionar e influenciar os outros. Pessoas com este perfil são mais comunicativas, otimistas, populares e tem mais facilidade para trabalhar em grupo.

Estabilidade – Refere-se à forma como cada pessoa lida com mudanças. Entre as qualidades comportamentais deste perfil destacamos: constância, paciência e capacidade nata para ouvir e ser amistoso.

Cautela – Esta característica define como cada pessoa lida com as regras estabelecidas, e as respeita. Entre os comportamentos que melhor definem profissionais deste perfil, destacamos como: perfecionistas, analíticas e detalhistas.

No ambiente corporativo a importância da avaliação comportamental DISC fica evidente não só em processos de recrutamento e seleção, onde a ferramenta é utilizada para mapear comportamentos e emoções dos candidatos, mas também ao nível da realocação de colaboradores de acordo com as necessidades da empresa e as competências exigidas para determinados cargos.
Neste LINK encontra-se uma versão simplificada do modelo DISC, faça o teste e descubra qual é o seu perfil!

OBS.: Esta é uma versão bastante simplificada do teste, com a intenção única de fornecer uma experiência inicial sobre perfis comportamentais e o método DISC, caso tenha interesse em conhecer de forma mais aprofundada a ferramenta e definir de forma precisa o seu perfil comportamental, entre em contacto connosco através do 218 493 333 ou através de e-mail para o formacao@vantagem.com.

2Por: Ana Gandrita, assessora da Direção-Geral da Vantagem+

Artigos Relacionados

Opinião Online

Find more about Weather in Lisboa, PO

Caderno Especial

  • Captura de ecrã 2017-08-11, às 12 Caderno Especial – junho 2017

    No Caderno Especial de julho, para além das habituais notícias sobre o Ensino Superior, dedicamos um painel de debate à temática “Formação de Adultos e Mercado de Trabalho”, onde colocamos algumas questões a várias universidades sobre o que tem sido feito no âmbito da dicotomia “Oferta Formativa e Empregabilidade”. A não perder também o artigo…

Revista Pessoal

  • Capa Pessoal Revista Pessoal – julho/agosto nº 168

    Na edição de julho/agosto da revista Pessoal, três temáticas ocupam o cerne do debate. No dossier dedicado à temática Wellness, analisamos a evolução do trabalho, que passou de uma base predominantemente de força física para a ação mental, exercida à secretária, ao volante ou na consola de uma máquina, e de que forma essa alteração despoletou…

Sondagem/Quiz RH

Liderança e Amor terão alguma coisa em comum?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...

Colecção Find Out

RHtv