Consultoria

“Knowledge is Power!”

Em tempos de crise, o tecido empresarial procura outras alternativas e estratégias, de forma a conseguir “escapar” com a menor percentagem de danos colaterais possível.

Quando muitas recorrem ao tão falado lay-off do seu capital humano, outras reconhecem agora que o caminho pode ser outro, apostando naqueles que são realmente o organismo vivo, a Empresa, isto é, os seus colaboradores.

Esta aposta visa o caminho do Conhecimento, em todas as suas vertentes: a aquisição de conhecimento, a difusão/partilha de conhecimento e a retenção de conhecimento / talento.

A aquisição de conhecimento é feita através da aposta na Formação Profissional, que hoje em dia tanto pode ser presencial, como através de plataformas on-line. Na formação presencial, os formandos beneficiam da presença física do especialista na matéria, sendo também uma oportunidade de questionar, e esclarecer dúvidas, que os poderão auxiliar no dia-a-dia. A aquisição de conhecimento através de plataformas on-line, para além de gerar conhecimento para o trabalhador, beneficia a entidade empregadora, que não se vê privada da presença física do colaborador no horário laboral.

A difusão / partilha do conhecimento obriga, por vezes, a uma mudança de mind-set dentro da própria empresa. Frequentemente se encara a partilha de conhecimento de forma negativa, e como entrave à ascensão na carreira, beneficiando a progressão de outros, em vez do próprio. Assim, deverá ser a empresa a potenciar esta mudança, evidenciando de forma clara que esta partilha beneficiará não só quem transmite o conhecimento, como também aquele que o recebe, e, no fundo, a própria empresa, unindo todos na visão do sucesso comum. Esta difusão do conhecimento poderá ser feita de forma mais eficiente através de locais de consulta de informação, através de ferramentas informáticas, onde todos os colaboradores terão acesso a informação. Este método permite armazenar e compilar de forma simples, todo o conhecimento que se encontra disperso pela organização, e que, na maior parte das vezes, era desconhecido do colaborador.

Sendo assim, há que reflectir sobre a forma como se pratica a gestão de conhecimento. A gestão correcta do capital intelectual da empresa, permite criar uma rede organizacional de transmissão de conhecimento, que quando partilhado poderá potenciar a criação de novas soluções de oferta ao cliente, reduzindo os custos e os riscos, de colocar esta função nas mãos de fornecedores externos à empresa, os quais, muitas vezes, não estão a par da realidade que ali se encontra.

Chegamos à terceira vertente do Conhecimento, a retenção de conhecimento/talento. Está provado que, hoje em dia, o sucesso das organizações dependerá em larga escala da forma como elas gerem e retêm o seu talento. Há que encarar o capital intelectual da empresa como um asset, o qual, quando manuseado de forma correcta, trará dividendos à empresa. Porquê procurar no exterior o que possuímos, muitas vezes, internamente, tendo uma visão muito mais real, global e abrangente da realidade? Não estaremos a colocar “na prateleira”, aquele conhecimento que levou, por vezes, anos a ser gerado, e que se não for realizado irá, com certeza, partilhar o seu conhecimento com a concorrência?

Podemos então afirmar que o sucesso das empresas, dependerá em larga escala da forma como ela potencia a aquisição de competências, seja pela partilha de conhecimento, ou pela retenção do talento que nela subsiste, permitindo o desenvolvimento pessoal e profissional do colaborador, o qual impreterivelmente trará sucesso à organização.


Andreia Nascimento
Consultant da Academia da PwC

Artigos Relacionados

Opinião Online

Find more about Weather in Lisboa, PO

Revista Pessoal

  • Revista Pessoal – janeiro/fevereiro n.º 177

    O mercado de trabalho, hoje em dia, é global, instável e acelerado, o que exige aos profissionais de todos os setores uma preocupação constante com o desenvolvimento das suas competências, numa lógica de aprendizagem ao longo da vida. No contexto de revolução digital que atravessamos, os Recursos Humanos e a sua formação assumem-se, também, como…

Aprender Magazine

  • APRENDER MAGAZINE – DIRETÓRIO DE EMPRESAS DE FORMAÇÃO / 2018

    LEIA AQUI O mercado de trabalho está a fervilhar com novas oportunidades, que não estão, ainda, a ser completamente exploradas. Com o crescimento económico que se tem vindo a constatar no panorama empresarial do nosso país, a procura de mão-de-obra qualificada tem aumentado significativamente. Em alguns setores – com maior destaque para as Tecnologias da…

Livros

RHtv