Escolas e Universidades

Investigação da Nova SBE em destaque no Wall Street Journal

O trabalho de investigação na área da inovação e criação de valor, desenvolvido pelo Professor Luis Filipe Lages e pela investigadora Sara F. Jahanmir da Nova School of Business and Economics (Nova SBE), publicado nas revistas científicas Journal of Engineering and Technology Management e Journal of Business Research, surge em destaque num trabalho do Wall Street Journal (WSJ) tornado público no final do mês de janeiro. O artigo Forget Early Adopters: These People Are Happy To Be Late, assinado pelo jornalista Charlie Wells, reflete sobre a crescente importância dos late adopters (indivíduos que só compram um produto/serviço depois da maior parte da população já o ter feito) para as empresas e para a indústria de consumo.

Assim, de acordo com a investigação da Nova SBE, citada pelo WSJ, à medida que o desenvolvimento tecnológico acelera, reduzindo a duração do círculo de vida do produto, o grupo dos late adopters apresenta uma influência florescente enquanto consumidor, sendo, por isso, progressivamente mais relevante para as empresas e para o seu trabalho na área da inovação.

O trabalho do Wall Street Journal evidencia as alterações nas características dos late adopters, de acordo com o trabalho realizado pela Nova SBE. A investigação, publicada há várias décadas, colocava os late adopters nas classes sociais mais desfavorecidas e com menor acesso à educação. Atualmente, o estudo português comprova que este grupo de consumidores é facilmente detetável em todas as classes sociais e em todos os estratos económicos/culturais, sendo cada vez mais valorizado por parte das empresas que começaram a perceber a importância do seu ceticismo e espírito crítico para a investigação e o desenvolvimento (R&D), bem como para a criação de valor.

Com o objetivo de ajudar as empresas a maximizar a qualidade de informação que podem recolher a partir da análise ao comportamento e necessidades dos late adopters, os investigadores da Nova SBE desenvolveram o Lag-User Method. Trata-se de uma metodologia de 7 passos cujo objetivo é ajudar empresas de diferentes setores a obter e analisar a informação recolhida junto destes consumidores. Posteriormente, a informação apurada através desta metodologia vai contribuir para apontar possíveis obstáculos ou novos caminhos para a divulgação, adoção e criação de valor no processo de inovação.

Para a investigadora da Nova SBE, Sara Jahanmir, não há dúvida que os gestores devem ter em conta todas as categorias de consumidores nos seus processos de decisão, uma vez que todos eles, como comprova a investigação desenvolvida sobre os late adopters, “podem disponibilizar informação indispensável ao desenvolvimento de produtos/serviços e do seu respetivo valor, acelerando a adopção da inovação e, simultaneamente, reduzindo o seu custo.”

Por último, para o Professor da Nova SBE, Luís Filipe Lages, é importante salientar que com esta investigação passa a existir evidência empírica de que as empresas podem inovar e criar valor ao estudar, através dos late adopters, as limitações dos seus produtos/serviços bem como dos seus concorrentes. Com este avanço científico, explica o Professor da Nova SBE, “vai ser possível criar uma nova geração de produtos/serviços alinhados com as futuras necessidades de mercado e acelerar o desenvolvimento civilizacional”.

 

Artigos Relacionados

Opinião Online

Find more about Weather in Lisboa, PO

Revista Pessoal

  • Revista Pessoal – janeiro/fevereiro n.º 177

    O mercado de trabalho, hoje em dia, é global, instável e acelerado, o que exige aos profissionais de todos os setores uma preocupação constante com o desenvolvimento das suas competências, numa lógica de aprendizagem ao longo da vida. No contexto de revolução digital que atravessamos, os Recursos Humanos e a sua formação assumem-se, também, como…

Aprender Magazine

  • APRENDER MAGAZINE – DIRETÓRIO DE EMPRESAS DE FORMAÇÃO / 2018

    LEIA AQUI O mercado de trabalho está a fervilhar com novas oportunidades, que não estão, ainda, a ser completamente exploradas. Com o crescimento económico que se tem vindo a constatar no panorama empresarial do nosso país, a procura de mão-de-obra qualificada tem aumentado significativamente. Em alguns setores – com maior destaque para as Tecnologias da…

Livros

RHtv