Medir e Certificar

A norma NP 4427

No passado dia 23 de Setembro foi anunciada a norma ISO 9001:2015 relativa ao sistema de gestão da qualidade, substituindo-se à versão de 2008. Dir-se-ia que a norma ISO 9001 é, porventura, o referencial normativo mais importante, e a norma de qualidade de Gestão de Recursos Humanos, NP 4427:2004, reconheceu-o, ainda que na versão de ISO 9001:2000.

Justifica-se assim o entendimento atual de desajustamento da NP 4427.

A norma GRH assumiu um papel meritório durante este período pela disciplina que possibilitou gizar uma definição dos requisitos associados a uma GRH, espelhados na construção de um Manual GRH que referencie os procedimentos e a estrutura documental. Concomitantemente, impunha-se o requisito de identificar e manter atualizada a legislação laboral geral e específica, aplicáveis à GRH. Identificavam-se os procedimentos associados ao planeamento, compensações, sanções, gestão administrativa, recrutamento e seleção, admissão, integração e acolhimento, comportamentos relativos à igualdade de oportunidades, assédio sexual, ética profissional e representação da organização, à formação e desenvolvimento pessoal, às carreiras, avaliação de desempenho e mesmo à aquisição de serviços de GRH.

Mas no campo de atuação dos GRH pedia-se mais. Normas nacionais ou ISO, conexas com as atividades de gestão das pessoas, viam a luz do dia: Gestão da formação profissional, NP 4512, associadas à avaliação das pessoas (na lógica de prestação de serviços); ISO 10667, linhas de orientação relativas ao envolvimento e à competência das pessoas; ISO 10018, entre outras.

Nas primeiras reações à nova ISO, ficou clara a preocupação de conferir à liderança um papel de maior centralidade no sistema, de integrar mais claramente a metodologia P-D-C-A (Plan-Do-Check-Act), de perceber o risco associado às não conformidades e mesmo da necessidade de maior clareza. A um menor peso de requisitos prescritivos e documentais corresponde a maior importância de requisitos de desempenho do sistema.

Temos o mote de atualização da NP 4427 acompanhando a evolução do sistema de qualidade. Do outro lado, o alerta que vem sendo dado pelos profissionais GRH de que as pessoas estão no centro da gestão e de que são as pessoas, o seu empenho, talento e criatividade que geram as verdadeiras mais valias para as organizações, que abrem espaço à urgência da revisão da norma.

Mesmo ao nível dos procedimentos, a acrescentar aos já considerados – agora em momento de serem refletidos – importa equacionar a integração de procedimentos associados à gestão do talento, á requalificação, à reabilitação, à transição para a reforma, ao Work Life Balance, à gestão da diversidade cultural, e, por que não, à elevação dos níveis de felicidade.

Por último, não podemos ignorar o contexto internacional que já trabalha há algum tempo na produção de normas ISO, a ISO/TC 260 – Human Resource Management, que entre outras atividades já constituiu Working Groups para desenvolver temas como métricas, Human Governance, Planeamento de força de trabalho, Recrutamento e Gestão do conhecimento.    

A APG, a convite do IPQ, assumiu a liderança do Organismo Gestor de Comissão Técnica e da Comissão Técnica 152, responsável por essa tarefa.

A primeira preocupação foi reativar a comissão com cuidados muito claros em gerar diferentes equilíbrios: foi garantida a presença de representantes de associações do setor de gestão das Pessoas, do setor da gestão da Qualidade, associações patronais e sindicatos, garantida igualmente a participação de profissionais do setor público – Institutos, Administração Central e Administração Local – e do setor privado – empresas prestadoras de serviços GRH e Diretores de RH, e mesmo a colaboração de professores universitários.     

As primeiras sessões de trabalho já decorrem depois da constituição de duas subcomissões: a primeira com prioridade na revisão da norma, a segunda focalizada no acompanhamento dos trabalhos da ISO/TC 260 e dos respetivos Working Groups. Em 2016 haverá novidades.

kuis_botelho

Luis Botelho
Vogal Efetivo da APG
Presidente da Comissão Técnica 152 de revisão da norma de RH

Artigos Relacionados

Opinião Online

Find more about Weather in Lisboa, PO

Revista Pessoal

  • Revista Pessoal – janeiro/fevereiro n.º 177

    O mercado de trabalho, hoje em dia, é global, instável e acelerado, o que exige aos profissionais de todos os setores uma preocupação constante com o desenvolvimento das suas competências, numa lógica de aprendizagem ao longo da vida. No contexto de revolução digital que atravessamos, os Recursos Humanos e a sua formação assumem-se, também, como…

Aprender Magazine

  • APRENDER MAGAZINE – DIRETÓRIO DE EMPRESAS DE FORMAÇÃO / 2018

    LEIA AQUI O mercado de trabalho está a fervilhar com novas oportunidades, que não estão, ainda, a ser completamente exploradas. Com o crescimento económico que se tem vindo a constatar no panorama empresarial do nosso país, a procura de mão-de-obra qualificada tem aumentado significativamente. Em alguns setores – com maior destaque para as Tecnologias da…

Livros

RHtv