Opinião online, Outplacement e Internacionalização

Um “sim” bem ponderado

Os planos de abraçar uma experiência internacional nem sempre estiveram presentes como opção no que tinha idealizado como carreira profissional, mas, de certa forma, o trajeto em Portugal nos últimos dez anos, com responsabilidades mais abrangentes na função de controller e uma maior exposição junto da casa-mãe, ajudaram a alimentar um novo “sonho”.
Durante esse período de tempo a ideia foi amadurecendo e ganhando contornos de certeza, investi em mim e no reforço das minhas competências e, acima de tudo, recebi o apoio da família para o novo plano.
No início de 2013, mais precisamente em março, recebi o convite para me juntar à equipa da Diabetes Care em Basileia, Suíça. A posição de sub-regional controller para a Europa estava em cima da mesa.
Chegara o momento de avaliar em família os prós e contras de tamanha decisão, e compreender a fundo o que quereria dizer um “sim”. O equivalente a dizer que colocamos nos dois pratos da balança, as mudanças esperadas a nível profissional, financeiro e familiar, em especial, como seria a adaptação da nossa filha a uma realidade tão diferente, num ano em que iniciava uma das suas etapas mais especiais: a escola primária.
Ouvimos diferentes experiências sobre internacionalização, mas tendo sempre em mente que cada pessoa e cada família é uma e única, pelo que o nosso próprio plano foi adaptado ao momento das nossas vidas e ao que definimos como chave para sermos bem-sucedidos numa cultura tão distinta da portuguesa.
Com uma localização de excelência no centro da Europa, Basileia é uma cidade de aproximadamente 190 mil habitantes, orgulhosos da sua cidade e dos seus costumes centenários. É impossível não mencionar o quão internacional é, pelo facto de acolher as sedes mundiais da Roche e Novartis (dois top 5 da indústria farmacêutica).
Apesar de completamente adaptados hoje em dia, mentia se não dissesse que houve momentos em que a perseverança e a crença de que este era “o” plano de futuro para toda a família teve que vir ao de cima e dar-nos a força para seguir em frente. Afinal de contas, não é de todo fácil passar de repente de uma vida diária ativa para gestora da casa e substituir o importante papel dos avós (um grande bem-haja para a minha Mulher), nem aterrar numa escola onde tudo é novo, sobretudo a língua e, de um momento para o outro falar inglês e alemão melhor que o Pai e ao mesmo tempo manter a sua doce personalidade (muito obrigado Filha).
No campo profissional, o “sim” para embarcar nesta aventura suíça há muito que estava garantido, assim como a certeza que e o nosso jeito tão português de lidar com as pessoas e com os problemas me iria acompanhar. Afinal, esta é uma das nossas maiores vantagens competitivas quando comparado com os demais povos, e tenho-o provado dia após dia. Que orgulho das minhas raízes!
Quando em junho de 2015 era mundialmente anunciada a venda da unidade de negócio da Diabetes Care pela Bayer à Panasonic Healthcare Holdings Co., Ltd., uma companhia com fundos suportados pela empresa líder mundial de investimentos KKR e a Panasonic Corporation, um enorme e ambicioso projeto esperava toda a organização: dar início à construção da futura powerhouse da diabetes, a Ascensia Diabetes Care. Desde então, os desafios têm sido diários, fazendo vir ao de cima competências que até então tinha adormecidas. Esta nova realidade é, só por si, cativante e única. Imaginem agora quantas vezes, ao longo da carreira profissional, têm a oportunidade de participar em projetos de tamanha dimensão? Pois bem, preparem-se que este presente é também o futuro.

Por: Ricardo Miranda, Finance and Controlling regional HQ da Ascensia Diabetes Care

Artigos Relacionados

Opinião Online

Find more about Weather in Lisboa, PO

Revista Pessoal

  • Revista Pessoal – novembro/dezembro n.º 176

    Como já vem sendo hábito, a última revista Pessoal do ano é especialmente dedicada aos gestores e aos líderes que têm como prioridade máxima o seu recurso mais valioso: as pessoas. Atualmente, a maior parte das organizações estão preparadas para antecipar as mudanças que ocorrem no mercado de trabalho, mas estas acontecem a uma velocidade…

Aprender Magazine

  • APRENDER MAGAZINE – DIRETÓRIO DE EMPRESAS DE FORMAÇÃO / 2018

    LEIA AQUI O mercado de trabalho está a fervilhar com novas oportunidades, que não estão, ainda, a ser completamente exploradas. Com o crescimento económico que se tem vindo a constatar no panorama empresarial do nosso país, a procura de mão-de-obra qualificada tem aumentado significativamente. Em alguns setores – com maior destaque para as Tecnologias da…

Livros

RHtv