Responsabilidade Social e Ambiental

GRACE: responsabilidade social, reflexão e cidadania empresarial

Em ano de celebração de 15 anos de existência, é com alegria que o GRACE – Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial – representa um tecido empresarial que valoriza cada vez mais a Responsabilidade Social, a sustentabilidade, a ética e que aposta na capacitação dos seus colaboradores e na sensibilização dos seus stakeholders.

Os gestores das 134 empresas associadas são conscientes de que esta nova realidade e forma de atuação são fundamentais para a sobrevivência das organizações e sua diferenciação num mercado cada vez mais competitivo.

A criação de valor partilhado atingiu tal dimensão que o assistencialismo já não é o caminho. São programas de Responsabilidade Social bem estruturados que realmente beneficiam a comunidade e, tão ou mais importante, fortalecem toda a cadeia de valor.

Atento ao contexto socioeconómico em que nos inserimos, o GRACE concentra a sua intervenção em dois eixos fundamentais: Reflexão e Cidadania Empresarial.

No primeiro, os guias e manuais publicados sobre temas como Envelhecimento Ativo, Diversidade e Inclusão, Educação, Voluntariado Corporativo, RS nas PME, Desenvolvimento Sustentável no Turismo, entre outros, pretendem ser uma ferramenta útil para associados e parceiros. Também os Grupos de Trabalho e Encontros Temáticos, dedicados às várias áreas de negócio, são momento de partilha e reflexão, “juntando à mesa” associados do mesmo setor.   

No eixo da Cidadania Empresarial, desenvolvemos iniciativas de Voluntariado Corporativo, como o GIRO e a ação anual de Voluntariado em Família, nos quais os colaboradores das empresas associadas participam em ações de cariz ambiental, social e cívica, tendo como objetivos a sensibilização para a necessidade de mudança de atitudes impactantes na sociedade bem como o alargamento de horizontes e o despertar de uma maior consciência cívica. Estas duas iniciativas juntaram, em 2015, mais de 1000 voluntários, provando que a Responsabilidade Social das organizações já faz parte integrante do seu ADN.  

Já o projeto Uni.Network pretende sensibilizar os jovens universitários e futuros colaboradores para as temáticas da RSC e do Empreendedorismo Social e ainda fomentar a aproximação entre o mundo empresarial e as 16 entidades académicas que já aderiram a esta iniciativa.

Para além do programa K’Cidade, com a Fundação Aga Khan, com enfoque no desenvolvimento comunitário, o GRACE mantém parceria com o Alto Comissariado para as Migrações no projeto ENGAGE – Mentores para Imigrantes, que visa a integração social de migrantes e a promoção de igualdade de oportunidades. Igualmente, respondendo ao apelo dos associados, integrou a PAR – Plataforma de Apoio aos Refugiados – desde a primeira hora, fazendo parte da Comissão Executiva desta Plataforma.

Estas iniciativas e projetos resultam de uma estreita colaboração e manifestações de interesse por parte dos nossos associados que pretendem cada vez mais contribuir proativa e eficazmente na promoção de uma coesão social, fundamental para o desenvolvimento do país, e também assumirem a sua posição de organizações ética e socialmente responsáveis, marcando a diferença junto da sociedade civil, dos seus colaboradores, parceiros e fornecedores. Afinal, nos dias que correm, bons exemplos precisam-se e todos nós agradecemos.

Paula Guimarães
Presidente do GRACE
em representação do Montepio

Artigos Relacionados

Opinião Online

Find more about Weather in Lisboa, PO

Revista Pessoal

  • Revista Pessoal – novembro/dezembro n.º 176

    Como já vem sendo hábito, a última revista Pessoal do ano é especialmente dedicada aos gestores e aos líderes que têm como prioridade máxima o seu recurso mais valioso: as pessoas. Atualmente, a maior parte das organizações estão preparadas para antecipar as mudanças que ocorrem no mercado de trabalho, mas estas acontecem a uma velocidade…

Aprender Magazine

  • APRENDER MAGAZINE – DIRETÓRIO DE EMPRESAS DE FORMAÇÃO / 2018

    LEIA AQUI O mercado de trabalho está a fervilhar com novas oportunidades, que não estão, ainda, a ser completamente exploradas. Com o crescimento económico que se tem vindo a constatar no panorama empresarial do nosso país, a procura de mão-de-obra qualificada tem aumentado significativamente. Em alguns setores – com maior destaque para as Tecnologias da…

Livros

RHtv