3
SST & Healthcare

A Ergonomia e a prevenção das Lesões Musculoesqueléticas Relacionadas com o Trabalho

As Lesões Musculoesqueléticas Relacionadas com o Trabalho (LMERT) afetam cerca de um terço da população mundial, sendo mais comuns as que se verificam ao nível dos membros superiores. Em Portugal, os dados existentes sobre esta sintomatologia são escassos. No entanto, podemos extrapolar a tendência evolutiva verificada nos restantes países industrializados, onde as exigências do mercado de trabalho são semelhantes.
As LMERT, consideradas doença profissional, estão incluídas nas lesões provocadas por agentes físicos, nomeadamente a exposição a vibrações e movimentos mecânicos. Tradicionalmente, estas patologias estavam associadas a atividades que exigiam a aplicação de força. No entanto, neste momento, o setor terciário quase se equipara, devido ao Trabalho com Equipamentos dotados de Visor (TEV).
As LMERT têm ganho grande notabilidade nos órgãos de comunicação social, em consequência da sua elevada prevalência no mercado de trabalho atual e do custo que advém para as organizações. As tendinites e outras patologias inflamatórias dos membros superiores são já consideradas, na gíria, como uma “epidemia do século XXI”. Esta mediatização do tema veio aumentar a consciencialização das entidades patronais, que requerem a ajuda de especialistas para evitar a ocorrência de acidentes de trabalho e doenças profissionais na sua organização, bem como dos próprios trabalhadores, que reconhecem e reivindicam os seus direitos relativamente às condições de trabalho que lhes são dadas.
Para uma análise fidedigna devem avaliar-se exaustivamente todos os fatores que podem dar origem a este tipo de patologia, para além dos fatores de risco ocupacionais: a predisposição natural do indivíduo para o seu desenvolvimento, bem como a constante interação que temos diariamente com Equipamentos Dotados de Visor na nossa vida pessoal, que diminui ou anula o período de recuperação exigido pelas nossas estruturas mais solicitadas durante o período de trabalho. Neste sentido, a Ergonomia, enquanto ciência e ramo de especialização da Segurança e Saúde Ocupacional, tem um papel fundamental no equilíbrio entre a “balança” da produtividade do trabalhador e a manutenção da sua saúde, conforto e segurança, tendo como principal objetivo a adaptação do trabalho ao Homem. A realização de uma Análise Ergonómica do Trabalho (AET) permite ao especialista verificar a frequência com que determinada tarefa é efetuada, a repetitividade dos movimentos, deslocamentos, intensidade da força aplicada, entre outros fatores, utilizando métodos adequados às características de cada atividade. Os desvios existentes entre o trabalho prescrito e o trabalho real são outro parâmetro a avaliar, nomeadamente dos motivos que levam a essas alterações.
É também fundamental recolher depoimentos dos trabalhadores. Para além do diagnóstico do risco psicossocial que permite realizar (e que está, tantas vezes, associado ao desenvolvimento de LMERT), é interessante verificar que a percentagem de lesões auto-referidas pelos trabalhadores é, regra geral, muito superior às efetivamente diagnosticadas. Estes dados podem servir para traçar um mapa de lesões em fase embrionária e/ou alterações urgentes que sejam necessárias implementar ao nível da organização do trabalho.
Em linhas gerais, algumas medidas preventivas passam por minimizar o trabalho repetitivo e/ou monótono, promover a realização de pausas e a possibilidade do trabalhador realizar uma alternância postural ao longo da sua jornada de trabalho. No entanto, convém salientar que cada caso é um caso, pelo que a avaliação de cada trabalhador deve ser o mais objetiva possível.
Diversos estudos indiciam que o investimento na prevenção das LMERT é muito inferior aos custos diretos e indiretos associados ao seu tratamento, pelo que urge a necessidade de especialistas habilitados para este tipo de análise nas organizações.

4Por: Carla Capelo, ergonomista e técnica superior de Segurança no Trabalho da Centralmed

Artigos Relacionados

Opinião Online

Find more about Weather in Lisboa, PO

Aprender Magazine

  • Captura de ecrã 2017-10-11, às 01.21.50 Aprender Magazine – Diretório de Empresas de Formação

    Considerando que o mundo profissional está, hoje em dia, em constante mudança, é fundamental que os recém-diplomados e profissionais de todos os setores desenvolvam continuamente as suas competências, numa lógica de aprendizagem ao longo da vida. Num mundo global fortemente concorrencial…

Revista Pessoal

  • Capa Pessoal Revista Pessoal – setembro/outubro nº 169

    Na edição mais recente da revista Pessoal damos destaque ao 50.º Encontro Nacional da APG – Associação Portuguesa de Gestão das Pessoas, que se realiza já no próximo dia 16 de novembro, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa. “Back to People: A Rutura de Paradigmas na Gestão das Pessoas” é o tema central do evento que ganha especial…

Sondagem/Quiz RH

Liderança e Amor terão alguma coisa em comum?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...

Colecção Find Out

RHtv