SST & Healthcare

Três dicas para evitar a fome da noite

Já aconteceu a todos. Durante a noite, de pé, em frente ao frigorífico, a ver o seu conteúdo e a desejar comer as opções com mais calorias, quando sabemos que o que deveríamos estar a fazer era dormir.
Até que ponto é que um pequeno deslize de fim de noite, passa de algo raro a um hábito, causando aumento de peso, picos de fome imprevisíveis e problemas para dormir.
Então, como pode diminuir esses desejos de fim de noite?

1. Durma um bom “sono de beleza”
Não se engane – não importa o quão bem se sente depois do terceiro café, não há boas razões para descuidar o seu sono. A falta de sono perturba completamente as reações normais do corpo, desequilibrando as hormonas da fome, de modo que vai desejar açúcar ou cafeína como uma fonte rápida de energia – assim, não só vai querer fazer lanches tardios como vai optar pelas piores escolhas nutricionais.
Uma boa noite de sono é a resposta. Use as noites para relaxar, vá para a cama num horário adequado – um adulto médio precisa de entre sete a nove horas de sono para estar na plenitude da sua energia. Se tem dificuldades em dormir a noite inteira, tente equilibrar a balança fazendo uma sesta de 30 minutos durante o dia. Seja qual for a sua escolha, uma boa rotina de sono é vital para tornar as idas ao frigorífico durante a noite uma coisa do passado.

2. Coma bem durante todo o dia
Se é à noite que ataca a caixa das bolachas, é provável que não tenha comido o suficiente durante o dia e/ou não tenha feito as melhores escolhas em termos de nutrição.
Desfrutar de refeições saudáveis em horários fixos é um fator extremamente importante na gestão do seu apetite, pois isso estabelece uma rotina alimentar que, por sua vez, mantém os desejos imprevisíveis bem longe. Seis pequenas refeições por dia são a abordagem mais eficaz, para estabilizar os níveis de açúcar no sangue e reduzir a fome em geral.
Juntamente com a sua nova rotina alimentar, certifique-se de que fazem parte da sua dieta alimentar bastantes gorduras saudáveis, proteínas e fibras. Esses grupos de alimentos não só ajudam a controlar o açúcar no sangue, como também funcionam como inibidores do apetite. A proteína, em particular, pode reduzir os desejos em 60%.

3. Distraia-se
Como se sente à noite? Em stress? Entediado? Inquieto? É do conhecimento geral que as emoções negativas podem dar-nos desejos de comer – mesmo quando não estamos com fome – como uma forma de distração. A melhor forma de evitar isso é reconhecer os seus “problemas” emocionais e responder de forma eficaz. Quando começa a desejar comer algo, o que é que está a sentir nesse momento? Existe uma maneira melhor de saciar esse desejo?
Em vez de comer, pode tomar um banho, ler um livro ou ligar a um amigo. Ou tente fazer um treino leve. Experimente diferentes atividades para ver o que funciona e divirta-se com outras atividades que não sejam comer. Será mais fácil do que nunca evitar os lanches desnecessários.

Por: Holmes Place Internacional

Artigo publicado em holmesplace.pt

Artigos Relacionados

Opinião Online

Find more about Weather in Lisboa, PO

Aprender Magazine

Revista Pessoal

  • REVISTA PESSOAL – JULHO/ AGOSTO N.º 174

    Na economia digital e tecnológica da qual, obrigatoriamente, fazemos parte, e independentemente do tipo de funções e responsabilidades que desempenhamos, as chamadas soft skills – ou competências pessoais – constituem mecanismos fundamentais para melhorar o desempenho profissional em contexto de equipa e de mobilização para a ação, uma vez que falamos de competências que potenciam…

Sondagem/Quiz RH

Liderança e Amor terão alguma coisa em comum?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...

Colecção Find Out

RHtv