SST & Healthcare

COMO O EXERCÍCIO FÍSICO AJUDA NO CONTROLO DO APETITE

O exercício físico poderá enviar uma mensagem ao seu cérebro para conter o seu apetite?

A fome é um fenómeno complexo determinado em parte pelos neurónios localizados no hipotálamo, que enviam sinais ao cérebro comunicando que está com fome ou que está saciado. Estes neurónios recebem a sua mensagem de hormonas, incluindo as que se chamam insulina e leptina.

Quando o corpo desenvolve uma resistência a estes mensageiros, as pessoas ficam mais propensas a comer em excesso e a ganhar peso. Os cientistas começaram a suspeitar que a inflamação celular pode ser, pelo menos em parte, responsável por permitir que esses sinais fiquem descontrolados.

Se pretende perder peso, em vez de apenas cortar calorias, deverá provavelmente adicionar o exercício físico ao seu dia a dia.

O exercício regular desempenha um papel importante na melhoria da resistência à leptina e na diminuição da inflamação.

Vários estudos também analisaram o efeito que o exercício exerce sobre outras duas hormonas que controlam a fome: a grelina, que estimula a fome, e o peptídeo YY, que sinaliza a saciedade e suprime o apetite.

Aparentemente, o exercício pode temporariamente reduzir os níveis de grelina, enquanto aumenta os níveis de peptídeo YY. 2 3

No entanto, esta situação só foi observada quando o treino foi intenso, e o nível de intensidade foi diretamente proporcional a duração do benefício.

Contudo, a atividade física também pode aumentar as concentrações de hormonas estimulantes de apetite a longo prazo, como a insulina e a leptina, que nos levam a reabastecer a energia que o nosso corpo consumiu e gastou.

É aqui que a frequência do exercício é importante: parece influenciar a sensibilidade dos neurónios que controlam a saciedade. Por outras palavras, quanto mais vezes pratica exercício físico, mais ficará em sintonia com os seus sinais de fome, o que poderá ajudar a controlá-los.

Além desses resultados, eis algumas razões adicionais e motivação para se exercitar regularmente: estudos descobriram que o treino intenso, não importa o quão abreviado, geralmente melhora a aptidão aeróbica e alguns indicadores de saúde, incluindo a pressão arterial e sensibilidade à insulina, da mesma forma como as sessões de treino mais longas.

Para resumir, alguns dos muitos fatores ligados à atividade física que podem ajudar a controlar o apetite e, desta forma, o controle de peso a longo prazo são:

1.Intensidade

Exercícios mais intensos tendem a suprimir temporariamente o apetite mais eficientemente do que o exercício de intensidade baixa a moderada

2.Duração

Quanto mais tempo demora o seu treino, mais tempo levará para a fome aparecer.

3.Frequência

Quanto mais vezes realizar exercícios longos e intensos, melhor o seu corpo responderá às hormonas que ajudam a controlar o apetite.

 

Referências Bibliográficas:

Reseland, JE et al. (2001). Effect of long-term changes in diet and exercise on plasma leptin concentrations. The American Journal of Clinical Nutrition, 73(2), 240-245.

Alajmi N. Appetite and Energy Intake Responses to Acute Energy Deficits in Females versus Males. Med Sci Sports Exerc. 2016 Mar;48(3):412-20.

Thackray, AE et al. Exercise, Appetite and Weight Control: Are There Differences between Men and Women? Nutrients. 2016 Sep; 8(9): 583.

B Perry Appetite regulation and weight control: the role of gut hormones – Nature Nutrition and Diabetes (2012) 2, e26

Blundell JE et al. Physical activity and regulation of food intake: current evidence.

Med Sci Sports Exerc. 1999 Nov;31(11 Suppl):S573-83.

 

Por: Thordis Berger, CMO – Chief Medical Officer – Portugal

Artigo publicado em: https://www.holmesplace.com

 

Artigos Relacionados

Opinião Online

Find more about Weather in Lisboa, PO

Revista Pessoal

  • Revista Pessoal – setembro/outubro n.º 175

    O tema de capa da mais recente edição da revista Pessoal dá conta de uma trilogia de peso na gestão de pessoas: apps, gaming e data. As práticas de gestão de Recursos Humanos desenvolvem-se em contextos onde ferramentas como gamification, data analytics e people management apps podem ser usadas para reforçar e gerir as competências…

Aprender Magazine

  • APRENDER MAGAZINE – DIRETÓRIO DE EMPRESAS DE FORMAÇÃO / 2018

    LEIA AQUI O mercado de trabalho está a fervilhar com novas oportunidades, que não estão, ainda, a ser completamente exploradas. Com o crescimento económico que se tem vindo a constatar no panorama empresarial do nosso país, a procura de mão-de-obra qualificada tem aumentado significativamente. Em alguns setores – com maior destaque para as Tecnologias da…

Livros

RHtv