SST & Healthcare

GeneticNutrition na perspetiva da saúde

Desvendar os segredos do genoma humano tem proporcionado novas oportunidades para compreender como o organismo humano responde ao meio ambiente, na saúde e na doença.

O funcionamento dos organismos vivos depende da disponibilidade de nutrientes presentes na alimentação. Um dos mecanismos de adaptação é a regulação do genoma, dependendo dos nutrientes.

Embora os nutrientes possam influenciar o desenvolvimento de um fenótipo particular, o mecanismo oposto também deve ser considerado: ou seja, a resposta a um nutriente específico determinada pelo genótipo do indivíduo. A interação nutriente-gene é, portanto, complexa e bidirecional.

É de conhecimento generalizado que nem todos os indivíduos respondem à terapia nutricional da mesma maneira nem com a mesma intensidade.

Uma melhor compreensão de como o genótipo influencia a resposta a nutrientes pode permitir que a eficácia dos nutrientes seja medida com maior precisão.

O que contém o genoma humano?

O genoma humano contém aproximadamente 2,9 bilhões de nucleotídeos ou 30 000 genes, parte dos quais envolvidos em regulamentações metabólicas.

A vantagem dessa plasticidade é principalmente a adaptação do organismo a condições extremas, como a fome ou a escassez de alimentos. A desvantagem é que uma condição extrema, como abundância ou excesso de nutrientes, pode induzir uma patologia para genótipos específicos. Sabemos hoje em dia que as dietas ricas em lípidos e carbohidratos estão ligadas à obesidade, diabetes mellitus não insulino-dependente e hiperlipidemia.

Há muito se suspeita que “one size doesn’t fit all” – o mesmo não se aplica a todos – em termos de determinar a dieta ideal para um indivíduo. Nos últimos anos, diversos estudos sobre interações gene-dieta e o surgimento da nutrigenética conseguiram demonstrar a verdade deste provérbio.

O objetivo da nutrigenética é adicionar um nível de personalização à dieta prescrita, ajustando-a de acordo com a variação genética. A análise nutricional estuda genes envolvidos principalmente no metabolismo e transporte de nutrientes, remoção de toxinas e proteção contra a oxidação. De acordo com o padrão particular de variação genética, é possível oferecer um aconselhamento personalizado que contém recomendações sobre modificações na dieta e no estilo de vida para atingir metas específicas de nutrição e exercícios com base na genética.

O que analisa o GeneticNutrition?

Assim, o GeneticNutrition analisa o perfil genético individual, associado à predisposição de ganho de peso, sensibilidades nutricionais, controle de apetite e saciedade, entre outros. Este programa Holmes Place composto por um teste genético e o acompanhamento por nutricionistas permite melhorar e otimizar uma dieta equilibrada e saudável.

Por: Thordis Berger, chief medical officer do Holmes Place Portugal

Artigo publicado em holmesplace.pt

Artigos Relacionados

Opinião Online

Find more about Weather in Lisboa, PO

Revista Pessoal

  • Revista Pessoal – setembro/outubro n.º 175

    O tema de capa da mais recente edição da revista Pessoal dá conta de uma trilogia de peso na gestão de pessoas: apps, gaming e data. As práticas de gestão de Recursos Humanos desenvolvem-se em contextos onde ferramentas como gamification, data analytics e people management apps podem ser usadas para reforçar e gerir as competências…

Aprender Magazine

  • APRENDER MAGAZINE – DIRETÓRIO DE EMPRESAS DE FORMAÇÃO / 2018

    LEIA AQUI O mercado de trabalho está a fervilhar com novas oportunidades, que não estão, ainda, a ser completamente exploradas. Com o crescimento económico que se tem vindo a constatar no panorama empresarial do nosso país, a procura de mão-de-obra qualificada tem aumentado significativamente. Em alguns setores – com maior destaque para as Tecnologias da…

Livros

RHtv