SST & Healthcare

Como funciona realmente a perda de gordura?

Entender como a perda de gordura realmente funciona pode ser o conhecimento que precisa para se sentir motivado a perder peso e tornar-se mais saudável.

Sente que a balança não é sua amiga e a relação com a fita métrica não é a melhor? Aquela gordurinha acumulada à volta da cintura pode não ser o suficiente para irmos a correr para o ginásio, na verdade, pode acontecer o contrário quando sentimos que não sabemos por onde começar.

Conhecimento é poder, e por isso é importante percebermos como é que a gordura é armazenada pelo nosso corpo e como podemos queimá-la de forma eficaz.

Como a gordura é armazenada?

Aprender os princípios de como a gordura é armazenada e queimada pode ser importante e ajudá-lo no seu caminho para uma vida mais saudável. Sabemos que uma certa quantidade de gordura é necessária para os nossos níveis de energia e sabemos que algumas gorduras são boas para nós.

Quando ingerimos gordura, esta é absorvida e entra na corrente sanguínea, sendo usada como energia ou armazenada. Existem dois tipos de gordura que o corpo armazena:

  • Gordura Subcutânea
    É a gordura que não queimamos – a gordura incómoda que acrescenta centímetros à nossa cintura, a gordura que é armazenada sob a pele se não for usada para a energia do corpo. Quanto mais tempo permanece lá, mais difícil se torna perdê-la. Às vezes essa gordura instala-se permanentemente.
  • Gordura Visceral
    É a gordura que envolve os nossos órgãos. É também a gordura que pode afetar seriamente a nossa saúde. É por isso que precisamos usar a energia que ingerimos, bem como as nossas gorduras armazenadas.

O que acontece com a gordura que queimamos?

É importante lembrar que o corpo usará sempre a energia armazenada na corrente sanguínea e nos músculos antes de usar a energia da gordura armazenada nos nossos corpos. Por essa razão, podemos fazer um treino completo sem ver qualquer perda de gordura corporal, uma vez que a gordura armazenada está sempre a ser usada como energia.

Esta é também a razão pela qual a ingestão de calorias e o exercício físico estão interligados e são cruciais para se observar qualquer redução na gordura corporal. O corpo precisa de queimar a energia que consumimos e a energia armazenada; portanto, uma ingestão calórica mais baixa, juntamente com o exercício, dar-nos-á os resultados que desejamos.

Artigo publicado em holmesplace.pt

Artigos Relacionados

Opinião Online

Find more about Weather in Lisboa, PO

Revista Pessoal

  • Revista Pessoal – novembro/dezembro n.º 176

    Como já vem sendo hábito, a última revista Pessoal do ano é especialmente dedicada aos gestores e aos líderes que têm como prioridade máxima o seu recurso mais valioso: as pessoas. Atualmente, a maior parte das organizações estão preparadas para antecipar as mudanças que ocorrem no mercado de trabalho, mas estas acontecem a uma velocidade…

Aprender Magazine

  • APRENDER MAGAZINE – DIRETÓRIO DE EMPRESAS DE FORMAÇÃO / 2018

    LEIA AQUI O mercado de trabalho está a fervilhar com novas oportunidades, que não estão, ainda, a ser completamente exploradas. Com o crescimento económico que se tem vindo a constatar no panorama empresarial do nosso país, a procura de mão-de-obra qualificada tem aumentado significativamente. Em alguns setores – com maior destaque para as Tecnologias da…

Livros

RHtv