META4, Tecnologias de Informação

Quais são as exigências dos CEO aos diretores de Recursos Humanos?

Na “guerra” atual para alcançar os melhores talentos, a aliança dos objetivos empresariais e dos interesses individuais dos trabalhadores tornou-se um pilar fundamental para o êxito de uma empresa. Neste novo contexto, as funções relativas aos Recursos Humanos, tradicionalmente focadas em gerir tarefas meramente administrativas aliadas às decisões estratégicas, modificaram-se. Hoje em dia, para além da habitual administração, os Recursos Humanos necessitam cada vez mais de entender quais são as reais necessidades das suas empresas e conhecer todos os seus trabalhadores com o máximo detalhe possível, para assim identificar as soluções mais apropriadas.

Tendo em conta este novo contexto, para alcançar altos níveis de rendimento e aproveitar o máximo potencial de todos os seus integrantes, os diretores de RH devem apoiar os CEO através de variadas estratégias de gestão de capital humano. Uma dessas estratégias pode ser, por exemplo, a adoção de uma relação coach e coachee para o diretor de RH e o CEO, respetivamente. A função de coach pode definir-se no acompanhamento, na orientação e, sobretudo, na capacidade de prover o CEO de uma visão do potencial humano da sua organização, para que este tome as melhores decisões possíveis. A comunicação constante e o estabelecimento de uma confiança mútua entre ambas as partes são dois fatores chave para o florescimento de um bom funcionamento das organizações.

A obtenção desta visão e do conhecimento profundo do talento de uma organização, fator de “ouro” para as empresas, baseia-se em fatores fundamentais. Em primeiro lugar, o diretor de RH deve assumir a liderança quando chega o momento de pôr em marcha iniciativas que incluam valor para a companhia. Para o fazer, este deverá redesenhar a organização, com o fim de a adaptar a todos os desafios e transformações que os mercados atuais exigem. Sem dúvida nenhuma que, para a atender a todos os desafios e transformações, os diretores de RH têm de ser capazes de atrair, manter e desenvolver os melhores profissionais, aumentando assim os seus níveis de compromisso para com a empresa. Têm também de ser comunicadores eficazes e capazes de difundir e preservar a cultura e valores da organização.

Em segundo lugar, para se poder antecipar ao complexo mercado atual, a função de diretor de RH pressupõe a capacidade de analisar e diagnosticar o impacto de possíveis problemas que possam vir a surgir no futuro. Esta capacidade de antecipação é fundamental. Por exemplo, detetar os motivos que provocaram uma redução do nível de um serviço, da qualidade do produto ou a perda de clientes são indicadores chave, diretamente relacionados com a gestão do talento dentro de uma organização.

Por último, é necessário que os líderes de RH possuam curiosidade pelo meio digital e que façam das novas tecnologias um aliado ao serviço das suas estratégias. Neste sentido, devem ser cada vez mais capazes de aproveitar todos os dados disponíveis e dar-lhes sentido através da incorporação analítica em todos os processos, com o objetivo de otimizar as estratégias de gestão. É, portanto, absolutamente fundamental abraçar todas as soluções tecnológicas como ferramentas que ajudam a criar uma visão mais profunda das pessoas. Mais uma vez, construir uma forte aliança entre CEO e diretores de RH é uma forte aposta no encontro dos profissionais adequados à constituição de equipas bem-sucedidas, e, consequentemente, de organizações de sucesso.

Por: Carlos Prado, diretor-geral da Meta4 Ibera & Latinoamérica

Artigos Relacionados

Opinião Online

Find more about Weather in Lisboa, PO

Revista Pessoal

  • Revista Pessoal – novembro/dezembro n.º 176

    Como já vem sendo hábito, a última revista Pessoal do ano é especialmente dedicada aos gestores e aos líderes que têm como prioridade máxima o seu recurso mais valioso: as pessoas. Atualmente, a maior parte das organizações estão preparadas para antecipar as mudanças que ocorrem no mercado de trabalho, mas estas acontecem a uma velocidade…

Aprender Magazine

  • APRENDER MAGAZINE – DIRETÓRIO DE EMPRESAS DE FORMAÇÃO / 2018

    LEIA AQUI O mercado de trabalho está a fervilhar com novas oportunidades, que não estão, ainda, a ser completamente exploradas. Com o crescimento económico que se tem vindo a constatar no panorama empresarial do nosso país, a procura de mão-de-obra qualificada tem aumentado significativamente. Em alguns setores – com maior destaque para as Tecnologias da…

Livros

RHtv