2
Opinião online

Os quatro segredos do êxito norueguês

Indo ao encontro das tendências internacionais a nível da gestão, liderança e RH, as empresas norueguesas são entusiastas em aplicar o que são consideradas as “melhores práticas”. Paralelamente, a tónica está também em encontrar “a medida certa” e em reforçar as qualidades já existentes na vida laboral.
A Noruega tem evoluído incrivelmente nas últimas décadas, em grande parte graças às receitas provenientes da exploração de petróleo e gás. Com efeito, todos os países nórdicos têm tido bons resultados, constituindo um grupo de países bem-sucedidos. Colocar a tónica na medida certa e numa vida com base no petróleo e gás passa largamente por continuar a fazer crescer o que conduziu a região ao ponto em que hoje se encontra. Será que existe uma “receita secreta” para a vantagem competitiva nórdica?
Quatro ingredientes ocorrem-nos de imediato:

  1. Confiança
    Quando questionados, oito em cada dez noruegueses respondem que confiariam num estranho na rua. Em alguns países da Europa a relação é de dois em dez. Nós confiamos uns nos outros, nos nossos patrões, nas nossas instituições, e acreditamos na reciprocidade. Na perspetiva dos RH, isto significa que partimos do princípio de que todos os colaboradores querem o melhor para a empresa. Até prova em contrário.
  2. Igualdade
    O coeficiente GINI representa as diferenças relativas entre aqueles que vivem com rendimentos mais baixos e aqueles que vivem com rendimentos mais elevados. Este intervalo nos países nórdicos encontra-se entre os mais pequenos em todo o mundo. O que quer dizer que a mão de obra não qualificada é relativamente cara e o trabalho muito qualificado é relativamente barato. A longo prazo, isto conduziu ao estímulo do investimento em engenharia, assim como na automação ou exportação do trabalho com menor criação de valor.
  3. Tecnologia
    Os países nórdicos possuem uma forte expertise tecnológica. Praticamente todas as pessoas têm acesso à internet de banda larga, a utilização do smartphone é das mais altas do mundo e a população em geral acolhe rapidamente as novas tecnologias. As funções governamentais têm um elevado grau de automação, promovendo uma interação eficaz e fluida entre empresas, indivíduos e governo.
  4. Participação na vida profissional
    A participação na vida profissional é elevada nos países nórdicos, principalmente como resultado da mobilização das mulheres para a vida profissional, o que, mais uma vez, é estimulado por uma maternidade generosa e acordos de paternidade. O número de horas de trabalho de um trabalhador médio é substancialmente inferior à média da OCDE, mas o número de horas com que cada agregado familiar contribui será provavelmente bastante mais elevado.

Desde a década de 70 do século 20 que o setor do petróleo e do gás é a pedra angular do comércio norueguês, e assim se prevê que continue durante muitas décadas futuras. Atualmente o preço do petróleo é metade do que foi em tempos. No entanto, como consequência da confiança nas instituições políticas, as receitas do Estado provenientes do petróleo foram depositadas numa “conta poupança” para as gerações futuras, evitando a sobre estimulação, e distribuindo a riqueza não só no espaço, como também no tempo. Todos os anos, só 3-4% desses rendimentos podem ser usados, de acordo com os regulamentos autoimpostos. Por conseguinte, a Noruega parece conseguir fazer uma “adaptação suave” e continuar a alimentar transformações e crescimento no futuro, ao mesmo tempo que introduz os necessários cortes de custos. Os trabalhadores altamente qualificados da indústria do petróleo e gás estão agora distribuídos por outras indústrias. Muitos têm um espírito empreendedor e têm vindo a criar novas empresas que poderão vir a registar forte crescimento no futuro. Com o decorrer do tempo – e passada a dor que qualquer recessão causa – um setor do Petróleo e Gás menos dominante poderá vir a ter um efeito positivo na Noruega. Se jogarmos a cartada vencedora e confiarmos nas nossas capacidades.

Por: Even Bolstad, diretor-geral da HR Norge

Artigos Relacionados

Opinião Online

Find more about Weather in Lisboa, PO

Aprender Magazine

  • Captura de ecrã 2017-10-11, às 01.21.50 Aprender Magazine – Diretório de Empresas de Formação

    Considerando que o mundo profissional está, hoje em dia, em constante mudança, é fundamental que os recém-diplomados e profissionais de todos os setores desenvolvam continuamente as suas competências, numa lógica de aprendizagem ao longo da vida. Num mundo global fortemente concorrencial…

Revista Pessoal

  • Capa Pessoal Revista Pessoal – setembro/outubro nº 169

    Na edição mais recente da revista Pessoal damos destaque ao 50.º Encontro Nacional da APG – Associação Portuguesa de Gestão das Pessoas, que se realiza já no próximo dia 16 de novembro, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa. “Back to People: A Rutura de Paradigmas na Gestão das Pessoas” é o tema central do evento que ganha especial…

Sondagem/Quiz RH

Liderança e Amor terão alguma coisa em comum?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...

Colecção Find Out

RHtv